QUANDO TEU CORAÇÃO

Quando teu coração

pegou na mão do meu e foram voar

imaginei um mundo.

Pensei ser teu abrigo

e tu o meu

pensei em dançar

contigo

tu e eu

no assobio de um passarinho.

 

Mas o amor não é um caminho

o amor é um voo desolado

que meu coração alçava

antes do teu ir embora.

 

Ainda flerto com os espaços vazios

os cios

da aurora

meu labirinto-ninho

que é pousar no nada

Sozinho.